SECRETARIADO DIOCESANO DA PASTORAL FAMILIAR

DIOCESE DO PORTO

SECRETARIADO DIOCESANO DA PASTORAL FAMILIAR

DIOCESE DO PORTO

InícioOrganizaçãoPlano de AcçãoActividadesDia DiocesanoJornada DiocesanaMovimentosHistórico
 

 

Um olhar sobre a Família 

 

I - Um olhar sobre a Criança

 

Palavra de Deus (Is. 9, 1 – 5ª)

O povo que andava nas trevas viu uma grande luz; para aqueles que habitavam nas sombras da morte uma luz começou a brilhar. Multiplicastes a sua alegria, aumentastes o seu contentamento. Rejubilam na vossa presença, como os que se alegram no tempo da colheita, como exultam os que repartem despojos. Vós quebrastes, como no dia de Madiã, o jugo que pesava sobre o povo, o madeiro que ele tinha sobre os ombros e o bastão do opressor. Todo o calçado ruidoso da guerra e toda a veste manchada de sangue serão lançados ao fogo e tornar-se-ão pasto das chamas. Porque um menino nasceu para nós, um filho nos foi dado.

 

 

Salmo Responsorial

Refrão:     Hoje nasceu o nosso salvador,

              Jesus Cristo, Senhor.       

 

              Cantai ao Senhor um cântico novo,

              cantai ao Senhor, terra inteira

              cantai ao Senhor, bendizei o seu nome.

 

              Anunciai dia a dia a sua salvação,

              publicai entre as nações a sua glória,

              em todo os povos as suas maravilhas.  

 

              Alegrem-se os céus, exulte a terra,

              ressoe o mar e tudo o que ele contém,

              exultem os campos e quanto neles existe,

              alegrem-se as árvores das florestas.     

 

              Diante do Senhor que vem,

              que vem para julgar a terra:

              julgará o mundo com justiça

              e os povos com fidelidade.

 

Meditação

Fazes-te Criança

Deus connosco

Deus-Menino.

 

Para Te tornares sujeito da nossa história

Sujeitas-Te à nossa condição débil, frágil, vulnerável.

 

Não irrompes com poder e majestade

mas aconteces simplesmente

como acontece simplesmente

cada criança

nas entranhas de sua mãe.

 

Nas entranhas de Tua Mãe

nos dias todos que trouxeram à noite em que nasceste

essa outra noite, longa de meses, de ternura e meiguice

de sonhos acordados

de palavras sussurradas

de afagos comungados

de vida toda partilhada.

 

Corpo a corpo, sangue do seu sangue

viveste aconchegado

ao coração da Mulher

que abriu o seu ventre

à Palavra geradora.

 

Sentiste como teus

os sobressaltos desses dias e dias de aventura impensada e impensável

o medo dos olhares enviesados pela pressa de julgar e condenar

a angústia da solidão que envolve a gravidez quando além da convenção.

 

Alimentaste-te da liberdade de Te amar

da confiança na promessa recebida

na determinação de Te gerar

de Te dar à História, Tua História, nossa História

Deus-Menino.

Criança.

 

 Silêncio

 

Oração

Senhor nosso Deus,

que de modo admirável criastes o homem

e de modo ainda mais admirável o renovastes,

fazei que possamos participar na vida divina do vosso Filho

que Se dignou assumir a nossa natureza humana.

Ele que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

 

Cântico

Um olhar sobre a Família

 

Secretariado Diocesano da Pastoral Familiar - Diocese do Porto

Rua Arcediago Van Zeller, 50     4050 - 621 PORTO

pastoralfamiliar@diocese-porto.pt