SECRETARIADO DIOCESANO DA PASTORAL FAMILIAR

DIOCESE DO PORTO

SECRETARIADO DIOCESANO DA PASTORAL FAMILIAR

DIOCESE DO PORTO

InícioOrganizaçãoPlano de AcçãoActividadesDia DiocesanoJornada DiocesanaMovimentosHistórico
 

 

Conclusão

 

III  -  Um olhar sobre a Mulher–Mãe

 

 

   Palavra de Deus (Lc. 2, 16 – 19)

Naquele tempo, os pastores dirigiram-se apressadamente para Belém e encontraram Maria, José e o Menino deitado na manjedoura. Quando O viram, começaram a contar o que lhes tinham anunciado sobre aquele Menino.  Todos os que ouviam admiravam-se do que os pastores diziam. Maria conservava todas estas palavras, meditando-as em seu coração.

 

 

  Salmo Responsorial

   Refrão:     Deus tenha compaixão de nós

                Ele nos dê a sua bênção.  

 

              Deus se compadeça de nós e nos dê a sua bênção,

              resplandeça sobre nós a luz do seu rosto.

              Na terra se conhecerão os seus caminhos

              e entre os povos a sua salvação.

 

              Alegrem-se e exultem as nações,

              porque julgais os povos com justiça

              e governais as nações sobre a terra.     

 

              Os povos Vos louvem é Deus,

              todos os povos Vos louvem.

              Deus nos dê a sua bênção

              e chegue o seu temor aos confins da terra.     

 

   Meditação

Mulher-Mãe

destino cumprido

no desafio à História

que soa, imperecível

no dom-milagre

da tua maternidade.

 

Novidade absoluta

Mulher-Mãe de Deus.

 

A liberdade de ser Mãe, Mulher

sem olhar para fora, nem para a frente

nem para trás, nem em redor

mas apenas para dentro

onde ouviste a Palavra

e acolheste o Seu Fruto.

 

A liberdade de ser Mãe

Mulher

sem te deteres, atada

à previsão de obstáculos

ao cálculo de possibilidades

ao apego a projectos.

 

A liberdade de ser Mãe

a pedido, Mulher

a pedido de Deus, Mulher-Mãe

de Deus.

A liberdade de ser Mãe

Mulher

enfrentando recusas e rejeições

arriscando todos os riscos

afrontando poderes e tradições.

 

A liberdade de ser Mãe

Mulher

a liberdade de amar, Mãe

Mulher livre para o Amor

Mulher livre para ser Mãe

Mulher-Mãe

de Deus.

 

    Silêncio

 

    Oração

Senhor nosso Deus,

que, pela virgindade fecunda de Maria Santíssima,

destes aos homens a salvação eterna,

fazei-nos sentir a intercessão daquela

que nos trouxe o Autor da vida, Jesus Cristo, vosso Filho,

que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

Cântico

   Conclusão

 

        Conclusão

 

Secretariado Diocesano da Pastoral Familiar - Diocese do Porto

Rua Arcediago Van Zeller, 50     4050 - 621 PORTO

pastoralfamiliar@diocese-porto.pt